Vem “vê”: ENPJ do Acre tem Hino Oficial

“Vem vê um pedacinho deste chão”! Com esse verso, a Juventude acreana convida todo Brasil para celebrar a grande festa do Bem-Viver do Encontro Nacional da PJ. E a atividade já tem hino oficial: a composição de Alesson da Silva Santos foi a grande vencedora do concurso nacional para escolha da obra. Letra e melodia produzidas a partir da realidade de Rio Branco/AC, onde reside o artista responsável pela música. A composição pode ser ouvida aqui.

O convite para conhecer o chão acreano é também um chamado para experimentar toda a grandeza da Amazônia e faz referência ao mesmo chamado feito por Jesus à Samaritana à beira do poço. A referência à iluminação bíblica do ENPJ se une à inspiração que vem dos diversos rostos de quem fez e faz história na terra dos seringais. “Além de chamar a juventude para ver e conhecer as terras acreanas, a letra chama a juventude para celebrar a festa do Bem-Viver juntamente com os povos da floresta, da utopia dos mártires (‘Chico guerreiro’), da utopia dos povos tradicionais (‘Huni Kuin’), do protagonismo feminino (‘índia’, “amazona”), semeando a Boa Nova da missão e alimentados pela ‘seiva da vida’: a seringueira”, ressaltou o autor.

O protagonismo feminino está em destaque na construção do ENPJ. O tema é logo lembrado na arte do cartaz, que traz a figura de uma índia guerreira. A referência também está na segunda estrofe da canção. Alesson explica que ele se inspirou em Iolanda de Lima Reis Fleming, a primeira mulher a governar um estado na história do Brasil. Além dela, a força das guerreiras acreanas foi iluminadora para abordar o tema e convidar os e as jovens a seguir na luta e enfrentamento aos ciclos de violência contra a mulher.

Construir o hino não foi fácil. Além de ter finalizado a obra durante a madrugada, Alesson passou por muito estudo e reflexão. Ele explica que consultou um livro sobre a história do estado do Acre para ajudá-lo a pensar na letra. A obra foi emprestada por D. Antônia, que é mãe de um de seus amigos, Eloi Júnior. Junto dele, outros corações ajudaram a inspirar a composição. O grupo musical “Traíras”, composto, além de Eloi, por Everton, Edwardy, Paulo e Kennon, a amiga Lorena e a namorada Fran foram algumas das pessoas lembradas pelo músico no agradecimento pelo apoio na construção da obra.

A escolha e a divulgação

            O hino foi escolhido depois da reflexão da Equipe de Animação e Cultura, que se reuniu no início de novembro, em Rio Branco. O grupo acolheu duas composições feitas para o concurso e que seguiram o orientativo preparado para subsidiar os músicos. Para Jhon Nobre, que integra a equipe, um fator foi decisivo para a escolha: a presença de fortes elementos da realidade local.

“O edital foi construído pela equipe e queríamos que o Hino contemplasse o feminino, o tema do encontro, que falasse de características presentes na cultura acreana e que fosse convidativo. Que chamasse, não só a Juventude do Acre, mas toda a juventude do Brasil para conhecer a nossa realidade, a nossa Galileia”, reforça Nobre.

O hino será rezado pelos grupos de base de todo país, além de ser a música oficial do ENPJ, que acontece pela primeira vez na história no Regional Noroeste (RO, AC e sul do AM), especificamente na Diocese de Rio Branco, de 7 a 14 de janeiro. Lá, jovens de todo país celebrarão a caminhada da Pastoral da Juventude com toda a mística e a sabedoria dos povos que construíram a história do Acre: chão amazônica da tríplice fronteira e sinal de esperança para quem acredita no Bem-Viver.

Boa Nova da Missão

Letra e melodia de Alesson da Silva Santos

 

Sou Eu que falo com você

Vem vê um pedacinho deste chão

Da Samaria até os fins da Amazônia

Deus te chama a conhecer o rosto do irmão

 

Pra celebrar com os povos da floresta

Pra semear a boa nova da missão

Da utopia do Chico guerreiro,

Da índia, do seringueiro,

Num só coração

 

Mulher que sonha e escreve sua história

Mulher guerreira: amazona tem vigor,

Vem juventude vem lutar com ela

Por um mundo de igualdade,

De justiça e Amor

 

Huni Kuin povo forte desta terra

A natureza é festa do bem viver

Da seringueira a seiva da vida

De um mundo que precisa

Txai: eu em você

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 Pastoral da Juventude

Site oficial da Pastoral da Juventude, organização de jovens ligada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB