PJ do Norte 2 realiza Ampliada na Diocese de Marabá

13É tempo de compreender, é tempo de caminhar, é tempo de esperanças, é tempo de alinhar…

A arte do reencontro o resgate das raízes a força da união partilha das diretrizes…

As margens do Tocantins Lançamos a nossa rede Fortalecendo a aliança Juventude, vinde e vede!

Entre os dias 26 a 28 de abril de 2019 a Pastoral da Juventude do Regional Norte 2 (Pará e Amapá) esteve reunida na Diocese de Marabá, em mais uma ampliada anual. Com a dinâmica temática trabalhada a partir de

três verbos: “Reencontrar, Compreender e Alinhar” e com a Iluminação Bíblica de Gêneses 42, 24 “Trata-se de um único Sonho, Deus está mostrando o que ele vai realizar”, a ampliada contou com mais de 60 pessoas entre lideranças juvenis e assessoria, advindas de todos os cantos do estado do Pará e também do estado do Amapá, que percorreram os mais variados meios, seja pela água, pela terra ou pelo ar, enfrentando banzeiros, atoleiros, chuvas e ventos para assim estarem presentes nesse importante momento para a PJ.

Nesse encontro, 11 das 13 igrejas particulares presentes no regional estiveram presentes: As Diocese de Óbidos, Santarém, Marabá, Macapá, Abaetetuba, Bragança, Ponta de Pedras, Cametá, além de representações das Prelazias do Xingu e Marajó e da Arquidiocese de Belém, estiveram presentes na Reunião Ampliada da Pastoral da Juventude – ARPJ.

Iniciamos a reunião na sexta-feira pela manhã, o primeiro dia foi o momento de nos depararmos com nossa realidade social e eclesial. Logo cedo, Danilo Lopes da Diocese de Bragança, membro do CNLB do Regional Norte 2, apresentou uma reflexão sobre o atual quadro sociopolítico do país, destacando os reflexos do atual momento na vida da juventude.

O jovem Rogério Lima da Diocese de Macapá e atual membro da equipe de Coordenação da Pastoral da Juventude do Regional Norte 2 (Área 4), apresentou elementos chaves para a compreensão do momento histórico que estamos vivenciando no âmbito eclesial, com destaque para os novos ventos que surgem na igreja, sobretudo a partir do papado de Francisco, e as novidades as quais ele nos traz e nos oferece a partir da realização dos sínodos para a Juventude e da Amazônia, além das publicações das cartas encíclicas, seus discursos, etc.

Na tarde de sexta, foi o momento de refletirmos sobre a realidade de nossas dioceses. Nesse momento, que foi conduzido pela atual secretária da PJ do Regional Norte 2 Sammy Oliveira que atualmente se encontra na Prelazia do Marajó, os representantes das dioceses expressaram em uma palavra o que resume a atual situação da PJ em suas respectivas realidades: Prelazia do Xingu – (Re)construção; Diocese de Bragança – Resistência; Diocese de Abaitetuba – (Re)florescendo; Diocese de Cametá – Ousadia; Arquidiocese de Belém – Perseverança; Diocese de Santarém – Construção; Diocese de Marabá – Resistência; Diocese de Macapá – (Re)construção; Diocese de Óbidos – Perseverança; Diocese de Pontas de Pedras – Resistencia; Prelazia do Marajó – Reconstrução.

Em seguida, o jovem Bruno Costa da arquidiocese de Belém, atual CN (Coordenador Nacional) pela PJ do Norte II, conduziu o momento de reflexão sobre a situação da PJ do Regional Norte 2, destacando os principais desafios presentes e futuros, assim como as esperanças que nos fazem continuar acreditando no projeto da PJ.

A noite, ainda na perspectiva do “ver”, ouve uma roda de conversa com as organizações parceiras presentes na diocese de Marabá, que tiveram a oportunidade de apresentar seus trabalhos, além dos seus sonhos, lutas e esperanças. Participaram desse momento, a Rede Eclesial Panamazônica, o Conselho Indigenista Missionário e o Movimento dos Atingidos por Barragens. E para fechar o dia, uma mística para partilha dos sonhos e esperanças que motivam a caminhada individual e coletiva.

No sábado, após a oração do oficio divino conduzido pela área 1, recebemos a presença do bispo da diocese de Marabá – Dom Vital, que apresentou os apontamentos do documento final do Sínodo para a Juventude e apontou luzes para a continuidade da Pastoral da Juventude no Regional Norte 2.

Logo em seguida, o jovem Danyllo Worlan da Prelazia do Xingu e atual membro da equipe de coordenação da Pastoral da Juventude do Regional Norte II (Área 3), apresentou o trajeto metodológico que o regional tem percorrido ao longo do triênio 2017/2019, desde a 11ª Assembleia realizada em Abaetetuba (fevereiro de 2017), passando pela ampliada de Óbidos (abril de 2018) e chegando até Marabá (Abril de 2019) e considerando ainda os dois próximos momentos: Encontrão dos Grupos de Base que acontecerá em Macapá (dezembro de 2019) e a 12ª assembleia da PJ do Regional, prevista para acontecer em Anapu, Prelazia do Xingu, em fevereiro de 2020. Data em que será lembrado 15 anos do martírio de Ir. Dorothy Stang.

No sábado à tarde, ouve a continuação do agir, conduzida pelo Jovem Lucas Marinho da Diocese de Marabá e atual membro da equipe de Coordenação da Pastoral da Juventude do Regional Norte II (Área 2) que realizou uma apresentação do desenvolvimento que a PJ do regional vem realizando com as mídias digitais e redes sociais. Ouve um trabalho de grupo, para avaliação e coleta de sugestões para que seja montado um plano geral de comunicação.

Após esse momento, a Comissão Regional da Campanha de Enfrentamento aos Ciclos de Violência contra as Mulheres re/apresentou a Campanha e realizou um trabalho de grupo para que houvesse a partilha das experiências que estavam sendo desenvolvidas nas dioceses do regional. Esse momento teve continuidade no domingo pela manhã, onde ouve a reflexão acerca do plano que foi construído na ampliada de Óbidos em abril de 2018. As sugestões coletadas vão ser acrescentadas para a finalização do plano regional.

Ainda no sábado, no inicio da noite, ocorreu a celebração eucarística, presidida por Dom Vital.

No domingo, a partir dos apontamentos que surgiram no dia anterior, foi realizado um trabalho de grupo por área do regional onde as 4 áreas puderam reunir, avaliar e tecer suas considerações acerca de várias questões, destacando-se as reflexões pertinentes à forma como a PJ do regional se organiza atualmente. Foram levantadas sugestões para a serem consideradas na construção do próximo planejamento trienal, e iniciaram reflexões sobre a modificação do organograma e composição da coordenação do regional. Ainda pela parte da manhã, foi realizada a prestação de contas de todas as entradas e saídas financeiras, do caixa da PJ do Regional N2, entre todo o ano de 2018 até abril de 2019.

No domingo à tarde, foi o momento de apresentar o Encontrão de Bases da Pastoral da Juventude do Regional Norte II que acontecerá entre os dias 12 a 15 de dezembro de 2019 na diocese de Macapá. Com o tema: “Juventude Amazônida: Nossa vida e missão neste chão”, com o lema: Do meio do mundo, anunciamos o tempo de revirar!

O encontrão regional terá como Iluminação bíblica: “Tire as sandálias dos pés, porque o lugar onde você está pisando é solo sagrado” (Ex 3, 5). Após a apresentação dos objetivos, foi realizado um trabalho de grupo, onde a plenária fez sugestões para a metodologia do encontro.

Mais detalhes serão apresentados no relatório final do encontro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para mais informações, entre em contato com a Coordenação e Assessoria da PJ do Regional N2

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 Pastoral da Juventude

Site oficial da Pastoral da Juventude, organização de jovens ligada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB